sexta-feira, dezembro 18, 2009

Um ato de carinho

Hoje fui surpreendida por ato altruísta de uma grande amiga. Às vésperas de seu aniversário, a Adri me presenteou com minha primeira máquina fotográfica, uma Olympus OM-1. Ganhei a máquina dos meus pais, depois ela passou pela vida no Maurício e finalmente foi para a Adri, que registrou as muitas aventuras de sua dona e os primeiros anos da vida da Amanda. Adri, cuidarei com muito carinho da minha velha companheira de guerra. Amei!

terça-feira, dezembro 08, 2009

Tem que rir para não chorar

Ontem fiz um breve comentário que me rendeu boas risadas.
Eu no trajeto da obra para casa:
- Quando terminarmos de pagar as dívidas da casa vou comprar várias câmeras e acessórios.
E o Maurício completa, tentando cortar meu barato:
- O único acessório que você vai comprar quando terminarmos de pagar as dívidas é uma bengala.

sábado, dezembro 05, 2009

O melhor da fotografia



Só os vencedores da 2a edição do Melhor da Fotografia, Brasil 08/09 receberam o livro aí ao lado, que tem agora uma versão online. Leitura obrigatória. O livro traz imagens de todos os vencedores retratados por Marcio Scavone, com texto da jornalista Flávia Lelis.

Dica: Clix

segunda-feira, novembro 30, 2009

domingo, novembro 29, 2009

Entre letrinhas

Eu estava corrigindo os trabalhos finais dos meus alunos e a Lígia insistiu em vê-los. Expliquei que eram só letrinhas, mesmo assim ela começou a folhear cada um atentamente. Eis que ela encontrou uma foto e comentou toda feliz: - Olha mãe, esse tem história.
Interessante, quando vivo explicando aos meus alunos que no fotojornalismo as imagens sempre devem ser informativas.

quinta-feira, outubro 29, 2009

Sair correndo

Faz algum tempo que falo que quero começar a correr. Prometi começar quando mudarmos para o Campeche. O Maurício vive rindo e brincando:
- Tu nem andas e já quer sair correndo...
Bem, meu treinamento inicial está sendo o psicológico. O primeiro passo é manter o foco no meu objetivo. O segundo é pesquisar sobre o assunto.
Ontem cruzei com o blog da Ainá, jornalista que fez yôga comigo, que me motivou ainda mais. Também estou olhando o blog da Nike. Se cuida Fernanda Keller que eu chego lá!

quarta-feira, outubro 28, 2009

Lomografia

Em conversa com o Caio César descobri o trabalho em Lomo da fotógrafa Débora Klempous. O ensaio "A estética do acaso" pode ser conferido na Galeria do DC online.

Pegas de Baquelite

Acho incrível como os temas surgem e se repetem. No final de semana passada, quando conhecemos o casal Juan Carlos e Érica - que trabalha com madeira de demolição -, conversávamos sobre as propriedades da baquelite em alças de panelas e como eram melhores que as de plástico. Ontem, quando olhava o blog da portuguesa Rosa Pomar, encontrei um post sobre o mesmo assunto. Agora minha nova obsessão são panelas com pegas, como dizem os portugueses, de baquelite.

sexta-feira, outubro 23, 2009

Álbum de família


Quem fez a foto oficial da família Obama?

Ninguém menos que Annie Leibovitz.

Fotolivre

O curso de jornalismo da UFSC, com a orientação da professora Raquel Longhi, lançou esta semana o projeto Fotolivre.com, um banco de imagens produzidas pelos alunos. As imagens são disponibilizadas sob licenças Creative Commons, cedendo alguns direitos de uso.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Sobre fotografar

If your pictures aren't good enough, you're not close enough.
Robert Capa, before he got too close to mine that killed him, while covering Indochina.

segunda-feira, outubro 12, 2009

André Cypriano


Finalmente chegou em Florianópolis a mostra, apresentada nas principais capitais em 2006, de André Cypriano Quilombolas - Tradições e Cultura da Resistência. A exposição fica no CIC até 30 de outubro, das 9 horas às 21 horas. Como o CIC está em reforma, as fotos foram dispostas no corredor e em uma pequena sala do Museu da Imagem e do Som. Uma pena, o corredor está super mal iluminado. A obra que mais gostei, que retrata uma roda de capoeira, mal dá para ver. A lâmpada queimou e não foram capazes de trocá-la. Uma dica é visitar a exposição à tarde. Fui com meus alunos pela manhã, depois das 10 horas, a sala estava apagada e nem ligaram o som ambiente.

Para quem tem filhos pequenos

Descobri um site gringo que tem folhas de calegrafia que podem ser montadas com palavras personalizadas. Dica, ao montar a folha escreva uma palavra curta ou poucas letras para que apareçam num corpo maior.
A Lígia adorou.

Meu projetinho de vida

O blog da Roberta já está na minha lista de blogs amigos. Não faltam motivos para visitá-lo. Se querem mais um, ela está sorteando um kit do Parangolé, um grupo musical/teatral da ONG mineira Emcantar no dia das crianças. Corram meninos e meninas para deixar um post aqui.

sexta-feira, outubro 09, 2009

Conversa de mãe e filha

- Filha, vamos tirar a meia do mano e colocar uma sua para irmos para a escola.
- É, essa é feia meus amiguinhos vão achar.

terça-feira, outubro 06, 2009

Brincadeira


Só um rápido, e atrasado, registro sobre minha parceria com a Mônica Corrêa da Silva, a Moniquinha. Pela primeira vez trabalhamos juntas, em uma matéria para a Folhinha - suplemento da Folha de S. Paulo -, que no último sábado publicou um especial chamado Mapa de brincar. O caderno traz as brincadeiras mais populares em várias regiões. Eu e a Mônica fomos até Antônio Carlos e sujamos o pé de "baro". Também conferimos as brincadeiras das crianças do projeto Aroeira, na comunidade Mont Serrat.

domingo, setembro 27, 2009

Chuva de pedra



Hoje cedo minha mãe ligou para saber se tinha chovido muito aqui em Floripa. Em Ganchos a noite foi de tempestade e choveu até granizo. Ela fotografou as pedras e o estrago. Pobre limoeiro, ficou totalmente sem folhas.

quinta-feira, setembro 24, 2009

Cor

Em algum post passado já falei da Cor Galeria de Arte, que fica na Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição. Hoje estive lá para comprar uma lembrancinha para uns amigos e só reforcei meu apreço pelo lugar. Além de expor obras lindas, de artistas contemporâneos, a dona da galeria Marina Baldini ainda é super atenciosa. "Em algumas galerias você não tem nem coragem de entrar", comentei.
E ela arrematou: - Eu acredito que a arte tem que ser acessível para todos.

quarta-feira, setembro 23, 2009

Saiu


Entreguei a Emília, que fará parte de um projeto elaborado pela escola da Lígia. Contei a historinha aqui. Eu costurei e as crianças ajudaram a colocar o cabelo na bonequinha.

domingo, setembro 20, 2009

Um ponto final na discussão

Comprei um guarda-chuva grande para mim e um pequeno para o Maurício. Todos ficaram felizes.
Pensando bem, pela cara do Maurício, acho que não é verdade.

sábado, setembro 19, 2009












É impressionante como o registro dos ianomâmis de Claudia Andujar , feito no início da década de 1980 com o objetivo de fazer levantamento da saúde e vacinação dos índios, remetem aos retratos do pintor italiano Amedeo Modigliani.


quinta-feira, setembro 17, 2009

Socorro!

Hoje foi o dia dos engarrafamentos. Pela manhã no Estreito e na Trindade. No começo da tarde na Beira-Mar e em São José. Consegui até conversar rapidamente com a Marta Scherer pelo vidro do carro. Agora só saio de casa para pegar as crianças na escola. Serviu o desabafo...

sábado, setembro 12, 2009

Em defesa dos guarda-chuvas grandes

Existe algo mais irritante do que andar com a barra da calça molhada? E quando a meia fica ensopada depois de passar o dia caminhando na chuva? Minha primeira providência, assim que as lojas abrirem na segunda, é comprar um guarda-chuva grande. Sei que haverá protestos, lágrímas e ranger de dentes, mas fincarei meus secos pés e a decisão está tomada.

quarta-feira, setembro 09, 2009

Lembrancinha


As meninas da sala da Lígia adoraram a Matrioska que fiz de lembrancinha para o aniversário.
Hoje uma das professoras veio perguntar se faço para vender e já me escalou para um projeto de montar uma Emília para a turma. Em outubro os pequenos vão conhecer Monteiro Lobato.
Impressão minha ou estão muito avançados para a idade?

Sessão da tarde

Para aniquilar com a faringite assisti, com certo atraso, a comédia romântica Os delírios de consumo de Becky Bloom. Super divertido. Ri muito. Recomendo.

terça-feira, setembro 08, 2009

Silêncio

Quem me conhece sabe como adoro falar. Mas, os últimos dias têm sido de silêncio "quase" absoluto, graças a uma laringite que me atinge desde sábado. Hoje estou um pouco melhor. Contudo, ainda passo por alguns apuros.
Inventei de comprar três tipos diferentes de carne e quase deixei o açougueiro louco. Depois de algumas mímicas, consegui chegar em casa com as carnes certas.
Dei uma pesquisada nas recomendações para se curar de uma laringite. Olhem aí as dicas:


1. Evitar respirar fumaças, poeiras ou vapores irritantes.
2. Repousar ou diminuir suas atividades.
3. Dormir o máximo possível.
4. Repousar sua voz o máximo possível.
5. Beber bastante líquido (água, sucos, chá).
6. Tomar banho de chuveiro com água quente (que faça vapor), respirando o vapor. Ou respirar através de uma toalha umidecida em água quente.
7. Usar umidificador, caso possível.
8. Parar de fumar.


Adorei a segunda e a terceira.
O Maurício está adorando o silêncio.
Comentou: - Finalmente vamos ter um pouquinho de paz.

sexta-feira, setembro 04, 2009

Três anos

Hoje eu sinto que cresci bastante
Hoje eu sinto que estou muito grande
Sinto mesmo que sou um gigante
Do tamanho de um elefante
É que hoje é meu aniversário
E quando chega meu aniversário
Eu me sinto bem maior
Bem maior
Bem maior
Do que eu era antes...

domingo, agosto 30, 2009

Salgado


Vale conferir a entrevista de Sebastião Salgado à Gazeta Online. Lá ele conta em detalhes sobre o mais recente projeto Gênesis.
Foto: Sebastião Salgado

terça-feira, agosto 25, 2009

Flashback

Neste final de semana tive a honra de falar sobre fotojornalismo para os colegas do Notícias do Dia. Me senti em casa, como se não tivesse saído do A Notícia. Encontrei gente que gosto muito, profissionais competentes que estão trabalhando sério pelo jornal, que tem um grande futuro.

sábado, agosto 22, 2009

Alça no pescoço




Eu sempre insito com meus alunos para que carreguem a câmera com a alça no pescoço. Agora não tenho mais argumento. Inventam de tudo...

sábado, agosto 15, 2009

Marshmallow uma ova

Meu irmão mandou um saco de marshmallows para o Lauro e hoje resolvemos assá-los na praia. Depois de comer um, meu pai perguntou:
- Sabe o que fica bom assar aqui? Uma ovinha de tainha.

terça-feira, agosto 11, 2009

Nossa língua portuguesa

Conversa entre mãe e filha.
- Anda logo Lígia, temos que ir para escolinha. Vou desligar a televisão.
- Não mamãe. Eu sempre nunca vejo esse desenho.

segunda-feira, agosto 10, 2009

Mario Cravo Neto




Morreu domingo aos 62 anos de câncer. A arte corria nas veias do fotógrafo baiano desde o nascimento. Filho do escultor Mario Cravo Júnior, Mario Cravo Neto morou anos em Nova Iorque, mas sempre teve os olhos voltados para o universo afro e da religiosidade. A Simonetta, que teve chance de conhecê-lo, escreveu sobre o legado do fotógrafo.

sexta-feira, agosto 07, 2009

A saga do brinco

Decidimos não furar a orelhinha da Lígia na maternidade. Ficamos com pena e com medo que fizessem o furo errado. A orelhinha era tão pequena. Nos últimos dias a Lígia tem pedido insistentemente para colocar um brinco. Conversei com o Maurício e a levei na drogaria para fazer o furo com aquelas maquininhas.
Pois não é que não quiseram furar. Achei que o motivo era técnico, mas não. Fui em três farmácias e todas disseram que não furam a orelha de crianças pois elas choram muito. Neste caso não deveriam dar injeção também. Perguntei quantos anos a criança tinha que ter para furarem. "Maiorzinha", me disseram. "Maiorzinha quanto?", indaguei. A mocinha respondeu "uns onze, doze anos".
Fiquei indignada. Quer dizer que na maternidade pode, na farmácia não.
Respondi que conhecia marmanja que chorava por muito menos que um furo na orelha. Mas meus argumentos não convenceram ninguém. Pode?

sexta-feira, julho 31, 2009

Mimo


O vinho é previsível, mas o case é um pequeno mimo confeccionado por mim para um amigo que estava de aniversário esta semana.

quinta-feira, julho 30, 2009

Sobre Lauros

Laurinho, meu filho criativo, está de blog novo. Sei que essa é notícia velha, meu próprio marido deu o furo, mas não poderia deixar de registrar.
Aproveito para comemorar a chegada de Rebeca, pequena de Lauro Maeda e Raquel d'Avila. Estamos muito felizes com a notícia e loucos para conhecê-la.

quarta-feira, julho 29, 2009

Imagem

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, mas desta vez terei que descrever em palavras a bela imagem que vi no Diário Catarinense de ontem. Sempre conheci o talento do uruguaio, quase manezinho, Daniel Conzi, que voltou a me surpreender com as fotos da matéria sobre habitação. Gostei em especial da foto que abre a matéria, onde o filho é retratado o espelho do pai. Não consegui ler toda a matéria, mas a foto me passa a imagem da desesperança do povo brasileiro que luta para conseguir seu primeiro imóvel.
A foto fico devendo, pois não consegui resgatá-la na internet.

quinta-feira, julho 23, 2009

quinta-feira, julho 16, 2009

Cineminha

Não recomendo filmes há algum tempo, apesar de ser rata de locadora, já que não consigo ir com freqüência ao cinema. Mas esta semana assisti dois filmes muito bons e resolvi comentar.
A um passo da escuridão aborda a onda de sequestros na Colômbia. Uma das protagonistas é America Ferrera, a Betty, de Ugly Betty. Eu jurava que a menina era colombiana, mas ela é californiana e seus pais de Honduras. Muitas vezes acompanhamos de longe o que acontece com nossos vizinhos, mas a violência urbana é uma grande preocupação tanto aqui como lá. A Colômbia retratada no filme tem ares de Rio de Janeiro, com Salvador e um toque de São Paulo.
Gostei ainda mais de Milk - a voz da igualdade, do diretor Gus Van Sant. Sean Penn está incrível e emociona com sua interpretação. Ele interpreta Harvey Milk, o primeiro ativista gay a assumir um cargo público na Califórnia. O filme é uma aula de cidadania.

quarta-feira, julho 15, 2009

O curioso caso de Lígia Button


Estávamos outro dia na casa da minha mãe e a Lígia começou a folhear um álbum antigo. Lá pelas tantas ela viu a foto acima e comentou: - Aqui é uma foto minha de quando eu era grande.
De fato, ela é uma cópia xerox minha.

Presentinho

Modigliani é um dos artistas que mais admiro. Suas obras têm algo de perturbador. Tive a oportunidade de conhecer pessoalmente alguns de seus trabalhos e senti a alma do artista. Supreendente como uma pintura consegue despertar essa emoção. Segunda o Maurício esteve em São Paulo e trouxe esse livro sobre o pintor de presente para mim. Nele estão listadas várias obras de Modigliani em ordem cronológica, acompanhadas de um texto com a história das mesmas. Não preciso dizer o quanto amei o presente.

quarta-feira, julho 08, 2009

Uma bolsada nos paparazzis

Crédito: Adam Harvey/AHProjects.com

Os paparazzis estão perdidos com a nova bolsa de mão das celebridades, lançada pela empresa AHProjects
. Dentro da bolsa, o designer Adam Harvey embutiu um sensor que capta o disparo do flash do fotógrafo e automaticamente dispara outro contra, arruinando a foto do profissional.

Dica do Manreza.

Uma criança sem pai

A fatherless child thinks all things are possible and nothing is safe.
Citação do jornalista da CNN, Anderson Cooper no funeral de Michael Jackson.

domingo, julho 05, 2009

Vinho em caixa

Quem conhece vinho faz questão de todo o ritual, abrir a garrafa, cheirar a rolha e olhar o rótulo... Li na Folha de S. Paulo que a novidade para os amantes da bebida é a bag in box, embalagem parecida com a tradicional longa vida. Além de ser ecologicamente correto, o produto promete conservar o vinho por até 35 dias depois da primeira taça. As embalagens vão de dois a cinco litros. Uma bolsa de um composto plástico flexível ligada a uma torneira especial impede que o ar entre dificultando a oxidação da bebida.
Aqui no Brasil, a Valduga já utiliza o sistema. Além das vantagens citadas, o preço da caixa pode ser até 40% menor que o da garrafa, R$ 1,80 por taça.
Só não sei se a novidade também será oferecida ao grande público ou ficará restrita aos restaurantes.
Será que os experts em vinho aprovam? Gian e Rafaela, qual o veredito de vocês?
Vamos comprar uma caixa e discutir o assunto?

quinta-feira, julho 02, 2009

Meme

Fui convocada pela Roberta Lippi e não posso fugir da raia. Tenho que responder 5 coisas que não sou, gostaria de ser mas arrisco. Então lá vai:
- Menos estressada - Quem não me conhece direito acha que paciência é minha virtude. Estão completamente enganados. Tem uma hora que o sangue ferve e não queiram saber o que acontece. Afinal de contas, eu sou escorpiana.
- Mais organizada - Tenho certeza que a minha faxineira acha que somos todos loucos aqui em casa. Nunca sabemos onde está nada. Confesso que gosto desse caos.
- Menos tagarela - Sei que às vezes, muitas vezes, falo mais do que a conta e não deixo as pessoas participarem da conversa. Estou tentando aprender, mas é difícil. Me comporto como numa coletiva, quando cada um tem que brigar por seu espaço.
- Mais saudável - Isso inclui comer apenas comidas absolutamente naturais e fazer uma atividade física com regularidade.
- Mais altruísta - Sempre quis ser voluntária de alguma causa. Algumas questões me afligem e sei que algum dia dedicarei mais tempo aos projetos voluntário.

Agora tenho que passar a bola para cinco outros blogueiros. Só participa quem quiser, viu? Aqui vai a convocação:
Shirley, do Eu comprei...
Flavita.
Adriane Canan.
Amandita.
Gian.

Pinhole na escola


Ponte Hercílio Luz, Florianópolis.




Igrejinha da Lagoa da Conceição, Florianópolis.
Estou ajudando o grupo do Lauro na Feira de Ciências que acontece todos os anos no Antônio Peixoto. Eles montaram câmeras pinhole e apresentarão as fotos que produziram, em negativo (em papel fotográfico) e positivo.



terça-feira, junho 30, 2009

Amigos

Faz tempo que penso em indicar o blog da Shirley, com quem trabalhei na Estácio de Sá. Psicóloga super competente, Shirley me surpreendeu com seu blog de moda Eu comprei... Super antenada, ela dá dicas preciosas.
Também quero recomendar o flickr do meu amigo do coração Reinaldo Catarino. Rei tem tantos talentos que fica difícil incluir em um só post. No final do ano passsado, pude conferir pessoalmente e fotografar sua produção.

sexta-feira, junho 26, 2009

1, 2, 3

Quinta à noite, eu tento ouvir a cobertura da morte do ídolo pop e a festa aqui na frente, em som altíssimo, toca música brega.
Acho que estou ficando velha e rabugenta.

quinta-feira, junho 25, 2009

Crítica mirim de cinema

Amandita Canan estreia como blogueira oficial da 8ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. A menininha segue os passos da talentosa mãe.

terça-feira, junho 23, 2009

Tristeza

Chorei ao ver o vídeo feito pelo jornalista Ozias, do Biguaçu em foco, sobre a situação em que se encontra o Jornal O Estado. Provas de contato, negativos e fotos jogadas pelo chão e deterioradas pela falta de cuidado com a história do Estado.

Não cheguei a trabalhar no O Estado, mas me emocionei ao ver o descaso de seus donos com o trabalho de tantos profissionais. Penso que o sindicato deveria fazer algo para resgatar o pouco que sobrou da história da nossa categoria.

sábado, junho 20, 2009

Sobre o diploma

Muito já foi dito, e bem dito, por vários colegas. Concordo em gênero, número e grau com o Maurício e faço também minhas as palavras do Botelho, transcritas aqui:

Ministro de quatro membros

O ministro Gilmar Mendes, homem tão sapiente, acaba de dizer no Jornal da Globo que não é mais preciso registro no "Ministério da Educação (sic)" para exercer a profissão de jornalista.Cabe lembrar ao ministro:Também não é necessário registro no CRM para exercer a profissão de advogado. Tem que procurar a OAB.No caso dos jornalistas, era preciso procurar o Ministério do Trabalho, sábio ministro!Aliás, não estaria na hora de extinguir o registro (a prova e a absurda mensalidade) na OAB para o exercício da profissão de advogado?Também não estaria na hora de acabar com essa história de ministro do STF ser escolhido pelo Presidente da República?Não estaria na hora, ainda, de publicar, após trânsito em julgado, o fim da hiprocrisia neste país?

sexta-feira, junho 19, 2009

Pérolas da Lilica

Saindo da escolinha eu recomendo:
- Filha, segura no corrimão.
Ela, espantada, pergunta:
- Ele é meurimão mamãe?

Ao se despedir da Lígia, vovó Vera comenta:
- Final de semana vocês vão para a casa de praia, onde o vovô Mimi tá.
Imediatamente a pequena responde:
- Eu não vou vomitar vovó.

Direto do túnel do tempo


Ângelo (meu irmão), minha mãe e eu.

terça-feira, junho 16, 2009

Gripe

A maldita pegou todo mundo aqui em casa.
Primeiro Lígia, depois o Lauro, depois eu e agora Lígia novamente.
Para terem uma idéia, em certo momento era o Lauro quem estava cuidando de mim. Entre a dipirona e o paracetamol anotou "melhor" na caixa do primeiro medicamento.

sábado, junho 06, 2009

Ainda sobre a Polaroid

http://www.flickr.com/photos/macomaco

Um aluno pediu que eu respondesse algumas questões sobre o fascínio que a Polaroid exerce sobre as pessoas. Comecei a rabiscar idéias e refletir sobre alguns pontos. Acabei transformando a resposta em um texto e estou seriamente pensando em encorpá-lo até virar um artigo. Aqui está uma palhinha:

Acontece na fotografia uma retomada do processo histórico. Basta vermos os grupos que discutem e produzem a fotografia pinhole. Existem ainda cursos voltados a outros processos, como o daguerreótipo e a cianotipia. Há quase 10 anos, a fotógrafa Chris Bierrenbach se dedica a produção de daguerreótipos. O Sesc Pompéia, em São Paulo, recentemente ofereceu uma oficina de cianotipia ministrada pelo fotógrafo Eduardo Kalif.
Cada processo, seja ele histórico ou não, tem uma liguagem específica. O aparato técnico muitas vezes já direciona a produção para esse ou aquele resultado. Perceber essa mudança é fácil. Peça para qualquer fotógrafo que hoje esteja trabalhando com uma câmera digital voltar a fotografar em filme. Ele terá novamente que se adaptar à técnica, pois a liguagem será outra.
Isso acontece também com a Polaroid. A adaptação à técnica desperta sentidos e muitas vezes requer a abstração total. Acredito que, a principio, a Polaroid tenha sido criada com o intuito de saciar a urgência de tornar real a imagem produzida. Conta-se que o processo tenha surgido do capricho da filha de Edwin Land, criador das câmeras Polaroid, que reclamava por ter que esperar muitos dias para ver as fotos das férias. Mas esta ansiedade é comum a quase todos.
Não precisamos voltar muito no tempo. Há pouco mais de 20 anos, o tempo para a revelação dos negativos e ampliação das fotos era de uma semana. Com o aprimoramento das técnicas, esse prazo caiu para um dia, depois horas, alguns minutos e agora, com a tecnologia digital, a imagem surge instantaneamente na tela.
Não queremos mais perder tempo nem para ampliar as imagens. A projeção na tela do computador é suficiente. Muitas fotos nem saem da câmera. São visualizadas ali mesmo e mais tarde apagadas. Poucos se perguntam onde vamos parar com a produção desenfreada de imagens.
“Qual o futuro da Polaroid?”, questionam os fãs do processo. Na Holanda criou-se um projeto para tentar fabricar os filmes para a máquina Polaroid com um custo menor. Espera-se que, desta forma, o processo volte a se popularizar. Talvez o destino da Polaroid seja o mesmo da câmera analógica. Sua extinção não será decretada, mas viverá do esforço de poucos que insistem em manter a técnica viva.

segunda-feira, junho 01, 2009

Ela voltou


Mas de cara nova, sem tanto charme. A câmera instantânea Polaroid saiu de circulação no começo de 2008, para tristeza de seus eternos fãs. Não sei se o novo modelito vai agradar. O lançamento da Polaroid PoGo acontece agora em junho. A câmera tem resolução de 5Mp e imprime instantaneamente fotos de 5 x 7,5. O papel fotográfico utilizado é o Zink (sem tinta), ativado por calor e resitente à água. Mas, pergunto eu, cadê a tradicional moldura? Para quem tem saudade dos velhos tempos, eu recomendo esse site.

quarta-feira, maio 27, 2009

Assédio

Ontem um grupo de amigos da escola do Lauro esteve aqui em casa para fazer o trabalho para a feira de ciências. Terminada a tarefa, foram brincar um pouco. Muito blá, blá, blá e daqui a pouco aquela correria. As três meninas acharam o diário do Lauro e foi aquele alvoroço. Joga diário para cá e para lá e o bicho acabou caindo na minha mão.
Determinadas, as três se jogaram em cima de mim para pegar o diário. Não dei conta e o Maurício entrou na disputa. Puxa para lá e prá cá outra vez. Felizmente o Maurício conseguiu reaver a relíquia e a colocou numa altura que não alcançavam.
O Lauro voltou a cor normal e tudo terminou bem. Graças a intervenção da família o menino não teve seus segredos revelados.
O que será que elas queriam tanto saber?

quinta-feira, maio 21, 2009

segunda-feira, maio 11, 2009

Sem bico

Neste final de semana engrupimos a Lígia. Conseguimos fazê-la trocar a chupeta, ou bico - como é conhecido aqui no Sul -, por um porta-jóias de palhacinho da Bete, madrinha dela.
As duas primeiras noites sem o calmante foram um suplício. Hoje, finalmente, a menina dormiu sem fazer um berreiro.
Não sei se e ela ou se sou eu quem sente mais falta do bico.

quinta-feira, maio 07, 2009

Dia das mães

Inspirada pela Roberta Lippi, resolvi colocar um post filho.
Ontem dei uma olhada no mural que fica em frente à sala da Lígia, onde as professoras sempre colocam as atividades feitas pelos pequenos. Uma das tarefas era recortar e colar o que gostariam de dar de presente para a mãe.
Passei os olhos, tentando achar o trabalho da minha pequena, e vi que muitos escolheram roupas, maquiagem e similares. Qual não foi minha surpresa quando descobri que a Lígia havia recortado e colado uma TV de plasma e um sofá.
Essa menina entende das coisas...

quarta-feira, maio 06, 2009

Se eu fosse prefeita...

É uma frase que sempre repito para destacar minha insatisfação com a gestão municipal. Mas, completando minha sentença, se eu fosse prefeita revitalizaria aquele trecho do Estreito que vai debaixo da ponte Hercílio Luz até o Unibanco. Ainda restam ali alguns prédios históricos que dariam lindos restaurantes, bares ou charmosos cafés. Imaginem iniciar uma caminhada da cabeceira da ponte, com todas aquelas casinhas lindas restauradas, calçadas e iluminação revitalizadas, para admirar os grafites nos muros e poder entrar em galerias de arte. Ficaria como o centro antigo de Montreal.

Acho que não deve ser tão difícil concretizar um projeto como esse. Bastava colocarem alguns dos secretários para trabalhar, gente com criatividade não falta. Uma saída seria dar isenção de impostos por algum tempo para atrair esses investidores para lá.

Esse nariz de cera todo serve para contar que descobri uma casa de massas maravilhosa escondidinha no Estreito, perto do Unibanco. O chefe é um italiano que está no Brasil há apenas 10 meses. Além de venderem massas congeladas e molhos maravilhosos, recebem grupos para jantares. É só ligar e fazer a reserva. O espaço é pequeno, mas super aconchegante. Ontem estive lá e comprei um belo conchiglioni com salmão, delicioso. O molho pesto também é espetacular. Espero que a iniciativa vingue.

Anotem aí o endereço do Il Pepe Nero...
Santos Saraiva, 185. Telefone 3206-9096 ou 9623-1867.

Já falei para o Maurício para combinarmos com os amigos de irmos comer uma massa com vinho.

segunda-feira, maio 04, 2009

Para a pequena Maria


Quando fomos ao casamento da Kátia Juncks, prometi que mandaria uma lembrancinha para a pequena Maria assim que nascesse. A pequena já vai fazer três meses e só agora consegui concluir a prometida manta. Quem me conhece sabe que sou metida a costurar. Nunca aprendi, aprendi... Com as orientações da minha mãe, costureira de verdade, levei o projeto de patchwork até o final. Não é que ficou bonita? Agora quero fazer uma colcha pra Lígia e outra para o Lauro, claro que não de florzinha.